Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Ales promove campanha de doação de sangue

A Assembleia Legislativa (Ales) participará da campanha de doação de sangue e cadastro para doação de medula óssea, no Espírito Santo. O Dia D da campanha ocorre em 26 de outubro, quando uma equipe do Hemocentro do Espírito Santo (Hemoes) estará de plantão no 9º andar do prédio do Legislativo, das 8h30 às 14 horas.

A Assembleia Legislativa (Ales) participará da campanha de doação de sangue e cadastro para doação de medula óssea, no Espírito Santo. O Dia D da campanha ocorre em 26 de outubro, quando uma equipe do Hemocentro do Espírito Santo (Hemoes) estará de plantão no 9º andar do prédio do Legislativo, das 8h30 às 14 horas.

Para participar o servidor interessado deve se inscrever até o dia 19 de outubro pelo e-mail cgrh@al.es.gov.br. O candidato deve informar o nome completo, a data de nascimento e o nome da mãe. O interessado também deve dizer se vai doar sangue, participar do cadastro nacional de doador de medula óssea, ou se pretende fazer ambos.

Pré-requisitos

Para fazer a doação de sangue, a pessoa precisa ter entre 16 e 69 anos, estar em boas condições de saúde, portar documento com foto (ou fotocópia autenticada em cartório) e pesar acima de 50 quilos. Entre 16 e 17 anos também é necessária a autorização e documentação oficial do responsável legal. Para fazer a primeira doação, a pessoa precisa ter menos de 61 anos.

Intervalos para doação

Homens podem doar a cada 60 dias e fazer até 4 doações por ano. Já as mulheres podem doar em intervalos de 90 dias, fazendo no máximo 3 doações anuais. Para as mulheres, o período para nova doação é maior por conta dos estoques de ferro no organismo; a reposição é mais demorada devido aos ciclos menstruais.

Impedimentos para doar

Pessoas que tiveram gripes ou resfriados devem esperar ao menos 15 dias após terem se curado. Quem realizou endoscopia, colonoscopia ou algum outro exame invasivo só pode doar após seis meses. Para quem fez tatuagem, maquiagem definitiva ou colocou piercing, o tempo de espera é de um ano após o procedimento. Se o doador passou por uma sessão de acupuntura o resguardo é de três dias apenas.

Mulheres que deram à luz devem aguardar 90 dias após a alta médica em caso de parto normal e seis meses após a alta médica se for cesárea. Já as lactantes podem doar 12 meses após interromperem o período de amamentação. Também é aconselhável evitar o consumo de bebida alcoólica 12 horas antes de fazer a doação; o mesmo se aplica para o uso de maconha. Para demais drogas o doador deve esperar um ano.

O uso de medicamentos também pode ser um impeditivo para doar. As situações são avaliadas caso a caso pelo profissional que faz a triagem. Doenças sexualmente transmissíveis também devem ser observadas e o prazo para doação é de  menos um ano após o desaparecimento dos sintomas. Pacientes com herpes labial podem doar sete dias após o fim dos sintomas.

Algumas situações são impedimentos definitivos para doação, como é o caso das seguintes enfermidades: câncer; hepatite B e C; doença falciforme e outras doenças do sangue; distúrbios na tireóide (hipertireoidismo, hipotireoidismo de Hashimoto), doenças autoimunes; doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. Quem já fez uso de drogas injetáveis também não pode ser doador.

Doador de medula

Se o doador de sangue optar por também fazer parte do cadastro do Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome), a pessoa fará uma coleta adicional de 5ml de sangue para exame de histocompatibilidade. Nesse caso, o material coletado passará por um teste laboratorial para identificar as características genéticas.

O resultado do exame e os dados pessoais do doador serão incluídos no Redome e as suas informações genéticas serão cruzadas com a do paciente que necessita do transplante para descobrir se existe compatibilidade.

No caso da medula ser compatível, o doador deverá fazer uma série de exames antes de estar apto a realizar a doação. Para se inscrever no cadastro o doador deve ter entre 18 e 35 anos, estar em bom estado de saúde e não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.