Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Ciclovia da Vida teve mais de 11.600 acessos em uma semana

A Ciclovia da Vida, inaugurada no último dia 27 de agosto já é um fenômeno da mobilidade na Grande Vitória. Em apenas uma semana, mais de 11.600 acessos nas entradas localizadas em Vitória e Vila Velha, demonstrando a adesão dos moradores da região. 

A Ciclovia da Vida, inaugurada no último dia 27 de agosto já é um fenômeno da mobilidade na Grande Vitória. Em apenas uma semana, mais de 11.600 acessos nas entradas localizadas em Vitória e Vila Velha, demonstrando a adesão dos moradores da região.

O ponto alto da demanda aconteceu no último domingo (03), consolidando a Ciclovia da Vida como uma escolha de lazer e transporte saudável pela comunidade.

Os dados revelam que, em uma única semana, a Ciclovia da Vida superou o total de utilização do Bike GV durante todo o mês de agosto. Essa marca demonstra a rápida integração da ciclovia na rotina da população da Grande Vitória, que agora têm uma opção acessível e agradável para atividades físicas e deslocamento sustentável.

O serviço do Bike GV segue funcionando, atendendo os usuários, e junto ao Aquaviário, é mais uma opção de travessia e conectividade para ciclistas na Região Metropolitana. Para curtir o passeio e fazer a travessia em segurança, a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi) reforça a importância de que todos os usuários pedalem no sentido da via e com cautela, que verifiquem freios e mantenham suas bicicletas com revisão em dia, e que utilizem os equipamentos de segurança recomendados no Código de Trânsito Brasileiro.

“Em uma semana, registramos quase 12 mil viagens na Ciclovia da Vida. É uma alternativa segura para o deslocamento diário, permitindo que o usuário vá de Vitória a Vila Velha, ou vice-versa, em cerca de 15 minutos. A travessia entre as cidades também ficou melhor sobre a Terceira Ponte, que ganhou novas faixas. Temos recebido muitos relatos de ganho no tempo de viagem e redução no número de acidentes na via. Alguns motoristas em carros de passeio insistem em utilizar a faixa exclusiva, por isso seguimos o alerta para que a faixa seja utilizada apenas por ônibus, táxis, carros de serviço, motos e caminhões”, ressalta o subsecretário de Estado de Mobilidade, Leo Cruz.

Terceira Ponte

A ampliação da Terceira Ponte também contribuiu significativamente para a mobilidade na região. As linhas do sistema Transcol que passam na via tiveram redução de cerca de meia hora no percurso, trazendo mais conforto e reduzindo o tempo de viagem dos usuários.

Mas não foram apenas os passageiros do sistema Transcol que ganharam com a ampliação da Terceira Ponte. A dentista Seani Paiva mora em Vila Velha e conta que, desde a inauguração das novas faixas, não pegou trânsito para se deslocar.

“Eu estou chegando em casa mais rápido e a gente fica mais confortável para dirigir, porque não vê mais motociclistas no corredor. Nos horários de pico a gente vê a fila nos acessos da Ponte, mas o trânsito segue andando. Foi uma mudança fácil de se acostumar e que está ontribuindo muito com o nosso dia a dia”.

A Terceira Ponte ganhou duas novas faixas, uma por sentido. A faixa da direita é exclusiva para ônibus, táxis e carros de serviço, como viaturas e ambulâncias. Motos e caminhões tem uso preferencial nessa via.

Os condutores que transitam na Terceira Ponte devem fazer a sua parte para que não ocorram acidentes e o trajeto possa ser feito sem intercorrências. A orientação é que obedeçam à sinalização e respeitem os limites da via, sinalizem corretamente ao mudar de faixa, não usem celular ao volante; não trafeguem no corredor e respeitem a exclusividade da faixa da direita para ônibus, motos e veículos de serviço.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.