Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Copa Pop de Vitória: participantes treinam em busca dos títulos

O Centro de Referência para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) de Vitória está vivendo dias de muita movimentação. É que os trabalhadores do local estão nos preparativos finais para a segunda edição da Copa Pop de futebol. Um evento que vai reunir no próximo dia 18 de outubro, no Parque Tancredão, localizado em Mário Cypreste, equipes dos municípios Vitória, Colatina, Cachoeiro de Itapemirim, Vila Velha, Cariacica, Serra e Guarapari. As equipes serão compostas por homens e mulheres.

O Centro de Referência para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop) de Vitória está vivendo dias de muita movimentação. É que os trabalhadores do local estão nos preparativos finais para a segunda edição da Copa Pop de futebol. Um evento que vai reunir no próximo dia 18 de outubro, no Parque Tancredão, localizado em Mário Cypreste, equipes dos municípios Vitória, Colatina, Cachoeiro de Itapemirim, Vila Velha, Cariacica, Serra e Guarapari. As equipes serão compostas por homens e mulheres.

O evento, organizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) em parceria com a Secretaria Municipal de Esportes (Semesp), tem como objetivo promover a inclusão social e a integração de pessoas em situação de rua por meio do esporte.

A abertura da Copa acontece às 9h e o encerramento às 17h, com entrega de troféus para o primeiro, segundo e terceiro lugar e medalhas para as equipes participantes. O evento é aberto ao público e a entrada é gratuita.

Enquanto os trabalhadores estão focados na organização do evento, os usuários do espaço estão focados na preparação. Todas as terças e quintas feiras os usuários do Centro Pop utilizam o Tancredão para desenvolvimento de atividades, agora, de olho na competição.

A coordenadora Local do Centro Pop Vitória, Danielle Solano, explicou que a Copa Pop é um projeto esportivo que utiliza o futebol como instrumento de incentivo ao desenvolvimento social e cultural dos usuários espaço. “A proposta é promover a interação entre os Centros Pop’s (CP) do estado do Espírito Santo possibilitando o convívio, novas amizades, troca de experiências e a prática de esportes”, ressaltou ela.

Danielle acrescentou que muitos usuários têm grande habilidade com a bola e talento para o futebol. “Oportunizar a prática é mais uma forma de proporcionar bem-estar físico e mental utilizando o futebol como atividade alternativa às drogas e tempos ociosos, estimulando a vida saudável e prevenção às doenças”, falou ela.

O secretário de Esportes e Lazer, Rodrigo Ronchi, disse que é importante proporcionar eventos como esse. “Eventos onde o esporte caminha diretamente com a inclusão social e cidadania para estas pessoas. Construir a dignidade e a integração social é um dos pilares desta gestão”, comentou.

Para a subsecretária de Proteção Social Especial, Carla Scardua, toda iniciativa que proporciona a inclusão social é bem-vinda. “O campeonato é uma ferramenta que proporciona em nossos usuários um impacto muito positivo. Ao longo do processo de preparação é feito um trabalho reflexivo que leva a resgatar valores esquecidos, colaborando para construção consciente de cidadania no que se refere ao papel individual e coletivo”, comentou Carla.

A  secretária de Assistência Social, Cintya Schulz, disse estar orgulhosa da equipe e, em especial, com a disposição dos usuários-atletas e com a dedicação nos treinos. “Este ano vamos em busca do título”, falou a secretária com confiança.

Cintya acrescentou que “a parceria da Assistência Social com a Secretaria de Esportes e outras políticas públicas é essencial para que novas histórias e vínculos sejam construídos”.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.