Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Cramvis oferece atendimento a mulheres em situação de violência na Serra

A Prefeitura da Serra inaugurou recentemente o novo Centro de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica (Cramvis). Localizado na rua Maestro Antônio Cícero, em Serra Sede, o espaço oferece atendimento qualificado e humanizado a mulheres em situação de violência.

A Prefeitura da Serra inaugurou recentemente o novo Centro de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência Doméstica (Cramvis). Localizado na rua Maestro Antônio Cícero, em Serra Sede, o espaço oferece atendimento qualificado e humanizado a mulheres em situação de violência.

O trabalho é realizado por uma equipe composta por assistentes sociais e profissionais de psicologia. O espaço conta com sala privativas para atendimento, sala com brinquedos para as crianças, fraldário e área de amamentação.

Além do atendimento às mulheres em situação de violência, o Cramvis vai oferecer cursos profissionalizantes, abertos para as mulheres em geral.

O Cramvis funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. A partir do mês que vem, o espaço funcionará também aos sábados, das 8 ao meio-dia. O acesso aos serviços se dá por demanda espontânea, ou seja, comparecendo ao local, por encaminhamento de outros órgãos (CRAS, Delegacia, Unidade de Saúde), por busca ativa e por agendamento, que pode ser feito pelos telefones (27) 99836-2909 (celular e Whatsapp) e. (27) 3328-7500.

Teste “Conta Comigo”

Outra forma que as mulheres em situação de violência têm para obter ajuda é por meio do questionário virtual “Conta comigo! Você não está Sozinha”, composto por um teste on-line que indica se a mulher está em um relacionamento abusivo, de acordo com o teor das respostas.

Ele disponibiliza, ainda, as informações dos locais onde a mulher pode obter ajuda caso esteja em um relacionamento violento ou abusivo.

Disponível por meio do link https://tinyurl.com/53mdevhm, a ferramenta também pode ser acessada por meio do QR code impresso em cartazes distribuídos em ônibus, escolas, unidades de saúde e outros espaços públicos.

O teste pode ser feito de forma anônima ou com a opção de se identificar e permitir o contato da Seppom para a realização de atendimentos para o encaminhamento à rede de proteção às mulheres vítimas de violências.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.