Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Defesa Civil de Vitória ensina lideranças comunitárias como identificar áreas de risco

A Defesa Civil Municipal de Vitória reuniu, na noite desta quarta-feira (9), lideranças comunitárias e colaboradores no seminário "Como Identificar Áreas com Risco nas Comunidades e Auxiliar a Defesa Civil a minimizar as Consequências dos Desastres". O seminário aconteceu na sede da Defesa Civil Municipal, localizada na rua Carlos Moreira Lima, 135, em Bento Ferreira.

Seminário da Defesa Civil sobre área de risco

 

A Defesa Civil Municipal de Vitória reuniu, na noite desta quarta-feira (9), lideranças comunitárias e colaboradores no seminário “Como Identificar Áreas com Risco nas Comunidades e Auxiliar a Defesa Civil a minimizar as Consequências dos Desastres”. O seminário aconteceu na sede da Defesa Civil Municipal, localizada na rua Carlos Moreira Lima, 135, em Bento Ferreira.

Na oportunidade, a coordenadora da Defesa Civil de Vitória,  Sidneia Assis, apresentou conceitos básicos de defesa civil, situação de emergência, estado de calamidade e apresentou os históricos de desastres geológicos na cidade de Vitória, como o deslizamento de terra no morro do Macaco, em 14 de janeiro de 1985.

Também foram explicadas aos presentes as competências da Defesa Civil de Vitória, o plano de contingência de proteção e defesa civil para eventos geológicos e como acionar a Defesa Civil, que deve ser feio pelo telefone 156 ou pelo aplicativo Vitória Online.

A geóloga Karine Silva apresentou os conceitos de áreas de risco geológico, análise de risco e como se formam e como identificar visualmente as áreas de risco. Lixo e entulhos foram lembrados como os principais elementos que provocam o agravamento do risco.

Obras de contenção

Também foram apresentadas as ações da Prefeitura de Vitória na área com a identificação, monitoramento e obras de contenção de encostas na cidade. A atual gestão concluiu 39 obras de contenções de encostas do primeiro lote de obras do Programa Casa Feliz e Segura. Estão em andamento outras 39 obras de contenção.

O investimento previsto é de R$ 62 milhões até dezembro de 2024 e tem como objetivo zerar o déficit de intervenções necessárias para minimizar o risco geológico em Vitória nas áreas mapeadas como risco R3 (Alto) ou R4 (Muito Alto), pelos laudos geológico-geotécnicos emitidos pela Defesa Civil Municipal.

As obras de contenção fazem parte do Programa Casa Feliz e Segura, que está aplicando outros R$ 64,6 milhões, até dezembro de 2024, em reconstruções, melhorias habitacionais e legitimação fundiária (escrituras).

O programa é parte do Plano Vitória, fruto do ajuste fiscal e financeiro realizado pela atual gestão, que prevê ações em educação, saúde, infraestrutura, mobilidade, urbanização, habitação, equipamentos esportivos, equipamentos culturais e tecnologia.

O município de Vitória, elaborou pela primeira vez, em 2008, o Plano Municipal de Redução de Risco (PMRR), que foi atualizado em 2016. Este plano mapeou todo o município em áreas com quatro níveis de risco geológico: R1 (Baixo), R2 (Médio), R3 (Alto) e R4 (Muito Alto).

Desde então estas áreas são monitoradas pela equipe do Projeto Mapenco e pela equipe da Defesa Civil. Sendo que somente as áreas com riscos Alto e Muito Alto necessitam de obras de contenção.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.