Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Deputados fazem moção de apoio a Israel

O deputado Denninho Silva (União) apresentou moção de “apoio incondicional a Israel e repúdio às ações do grupo terrorista Hamas na região”. O documento foi assinado também por outros 10 parlamentares: Capitão Assumção, Callegari, Delegado Danilo Bahiense, Lucas Polese e Zé Preto, todos do PL; Alexandre Xambinho (PSC); Allan Ferreira (Podemos); Bispo Alves (Republicanos); Coronel Weliton (PTB); e Gandini (Cidadania).

O deputado Denninho Silva (União) apresentou moção de “apoio incondicional a Israel e repúdio às ações do grupo terrorista Hamas na região”. O documento foi assinado também por outros 10 parlamentares: Capitão Assumção, Callegari, Delegado Danilo Bahiense, Lucas Polese e Zé Preto, todos do PL; Alexandre Xambinho (PSC); Allan Ferreira (Podemos); Bispo Alves (Republicanos); Coronel Weliton (PTB); e Gandini (Cidadania).

No documento apresentado por Denninho (União) à presidência da Casa, o parlamentar faz referência aos ataques do grupo Hamas contra Israel iniciados no último dia 7 de outubro e apresenta um histórico de conflito na região.

“Desde sua fundação em 1987, o Hamas tem estado consistentemente no epicentro das tensões na região. Sua trajetória, pontuada por atos violentos como atentados suicidas e lançamentos de foguetes, ilustra a ameaça constante que Israel enfrenta em suas fronteiras e dentro de seu território. A Faixa de Gaza, sob controle do Hamas, tornou-se um ponto de ignição, onde agendas políticas e territoriais se manifestam através de agressões frequentes”, diz o parlamentar no documento.

Denninho (União) ainda reforça a necessidade de apoio da comunidade internacional e o trabalho coletivo para promover a paz na região. “Nós, como representantes deste Legislativo, desejamos expressar nosso mais firme e inabalável apoio a Israel, condenando veementemente as ações do Hamas. Reconhecemos a determinação de Israel em defender seus cidadãos e sua soberania e solidarizamo-nos com todas as vítimas deste último ataque e com o povo de Israel como um todo”, afirma trecho do documento.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.