Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Escola de Vila Velha implanta coleta seletiva com ações educativas para alunos e famílias

O bairro de São Conrado, em Vila Velha, ganha, a partir desta quinta-feira (3), mais um espaço de apoio para a coleta seletiva na região. A UMEI Maria Elisa Coutinho implantará, na escola, um ponto de entrega voluntária (PEV), que atenderá a alunos, familiares e comunidade em geral. No local, poderão ser depositados resíduos sólidos secos, como papel, papelão, plástico, metal, alumínio e outros, que serão posteriormente encaminhados para a reciclagem.

 

O bairro de São Conrado, em Vila Velha, ganha, a partir desta quinta-feira (3), mais um espaço de apoio para a coleta seletiva na região. A UMEI Maria Elisa Coutinho implantará, na escola, um ponto de entrega voluntária (PEV), que atenderá a alunos, familiares e comunidade em geral. No local, poderão ser depositados resíduos sólidos secos, como papel, papelão, plástico, metal, alumínio e outros, que serão posteriormente encaminhados para a reciclagem.

Para marcar essa implementação, será realizada uma manhã de programação especial na unidade de ensino, com palestras, dinâmicas de Educação Ambiental e ação de descarte com o “Peixe Lixeira”. O objetivo é promover a conscientização, a sensibilização e o engajamento de toda a comunidade escolar, com a participação de alunos, pais/responsáveis, professores e demais funcionários.

De acordo com a diretora da UMEI Maria Elisa Coutinho, Diana Márgara, esse trabalho nas unidades é importante, pelo seu enorme potencial de abrangência: “Os educadores e as escolas são parceiros fundamentais no processo de difusão de novos comportamentos. Por meio de iniciativas como esta, conseguimos atingir as famílias e estimular, assim, atitudes simples para o dia a dia delas, porém com impacto positivo relevante para a preservação do meio ambiente”, destacou.

O secretário de Serviços Urbanos, Raphael do Nascimento, salienta ainda que a coleta seletiva nas escolas busca conscientizar a comunidade escolar para que se possa multiplicar as informações recebidas: “A educação ambiental é importante para que haja o destino correto de resíduos recicláveis. Isso não apenas evita a sobrecarga no meio ambiente, mas também contribui para a geração de renda de famílias que dependem da reciclagem”, enfatizou.

Atualmente, a coleta seletiva no município de Vila Velha está implantada em dez unidades de ensino e em um instituto federal, com mobilização para ampliar esse número. Todo o material recolhido nas escolas é encaminhado para a reciclagem, por meio da Associação Vilavelhense de Coletores e Coletoras de Materiais Recicláveis (Revive).

Notícias Recentes

Anúncio publicitário

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.