Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Governo do Estado inicia celebração dos 70 anos da Fluoretação da Água no Brasil

Muitos não sabem, mas a primeira cidade no Brasil a utilizar o flúor na água como forma de prevenir a cárie é capixaba. Foi em Baixo Guandu, em 1953, que o País teve a primeira experiência de prevenção da cárie. Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (24), no Palácio Anchieta, em Vitória, o Espírito Santo iniciou as celebrações alusivas aos 70 anos da Fluoretação das Águas de abastecimento público no Brasil.

Muitos não sabem, mas a primeira cidade no Brasil a utilizar o flúor na água como forma de prevenir a cárie é capixaba. Foi em Baixo Guandu, em 1953, que o País teve a primeira experiência de prevenção da cárie. Em solenidade realizada na manhã desta terça-feira (24), no Palácio Anchieta, em Vitória, o Espírito Santo iniciou as celebrações alusivas aos 70 anos da Fluoretação das Águas de abastecimento público no Brasil.

A medida revolucionou o combate à doença. Tanto que o uso da fluoretação em estações de tratamento de água se tornou obrigatório em todo País a partir de 1975, regulamentado pelo Decreto 76.872. A programação dos 70 anos da Fluoretação das Águas de abastecimento público no Brasil seguirá nesta quarta-feira (25), com a realização de um seminário e uma visita à Estação de Tratamento de Água (ETA) de Baixo Guandu.

“Há 70 anos as pessoas já acreditavam na ciência e aplicavam o flúor na água para evitar muitos problemas na saúde bucal das pessoas. O flúor é importante, mas o que foi fundamental mesmo foi a ciência. Usamos muito a ciência para enfrentar a pandemia da Covid-19, mesmo sem muita gente entender. Ter o Ministério da Saúde junto conosco é uma grande alegria. A integração de políticas é mais do que necessária, independentemente de quem esteja no governo. Pois não são políticas de gestores, mas voltadas para a sociedade”, afirmou o governador do Estado, Renato Casagrande, que estava acompanhado pela primeira-dama, Maria Virgínia.

A coordenadora-geral de Saúde Bucal do Ministério da Saúde, Doralice Severo, também ressaltou o caráter histórico do evento. “Uma de nossas prioridades é poder levar a fluoretação a todos os municípios brasileiros. Temos uma equipe de especialistas dedicada a isso, sob o comando do doutor Paulo Frazão, da Faculdade de Saúde Pública. Vamos aproveitar o Programa de Aceleração do Crescimento [Novo PAC], que vai cuidar também do abastecimento público, para não perdermos essa oportunidade”, disse.

O subsecretário de Estado de Atenção à Saúde, Tadeu Marino, reforçou o compromisso do Estado com a saúde bucal capixaba. “É uma marca histórica para o Espírito Santo e para o Brasil.  A fluoretação da água contribui significativamente para a diminuição das cáries, podendo chegar a 50%, e previne a perda de dentes. Esse evento reafirma nosso compromisso com a saúde bucal da população capixaba. Vamos fortalecer o Programa de Vigilância das águas do Estado”, comentou.

O prefeito de Baixo Guandu, Lastênio Cardoso, lembrou dos benefícios da fluoretação no município. “Na época, após dez anos de implementação da fluoretação em Baixo Guandu, foi constatada a redução de 62,3% no índice de cárie em crianças pesquisadas. Agradeço muito a todos os profissionais envolvidos nesse marco estadual e nacional. Nos orgulha sermos essa referência e vamos além na promoção da saúde da população”, relatou.

Para o presidente da Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan), Munir Abud, acompanhar os 70 anos da fluoretação da água no Brasil é histórico. “Estamos diante de um marco histórico na Saúde Pública que confere ao Saneamento Básico mais um fator de relevância no desenvolvimento social. Este marco que estamos comemorando hoje nos inspira na busca de práticas cada vez mais inovadoras e perenes para as gerações do presente e do futuro”, acrescentou.

Nesta quarta-feira (25), as autoridades participarão de uma solenidade em comemoração em Baixo Guandu, com visita à Estação de Tratamento de Água (ETA) e descerramento da Placa Comemorativa. A viagem acontecerá de trem, com embarque na Estação Pedro Nolasco, em Cariacica, até a chegada ao município pioneiro na fluoretação.

Seminário

Durante a tarde desta terça-feira, os profissionais de saúde participam do Seminário “Fluoretação da Água de Abastecimento Público: celebração dos 70 anos e as perspectivas no Espírito Santo e no Brasil”, para discutir a importância da adição de flúor na água de abastecimento público. O evento contará com a participação de referências nacionais em Saúde Bucal.

Uma das apresentações é sobre a rede de saúde bucal no Espírito Santo. “Apresentaremos o panorama da Saúde Bucal no Espírito Santo e as perspectivas para a saúde bucal estadual, com diálogo com o Ministério e os profissionais presentes”, destacou a referência em Saúde Bucal da Secretaria da Saúde (Sesa), Bernadete Delurdes Guerra.

Notícias Recentes

Anúncio publicitário

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.