Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Moradores da Barra do Jucu celebram reconstrução da Ponte da Madalena

Depois de quase seis anos de espera, os moradores da Barra do Jucu comemoram a assinatura da ordem de serviço para o início das obras de reconstrução da Ponte da Madalena, um marco da identidade cultural e atração turística da comunidade. Ao lado de moradores e lideranças, o prefeito Arnaldinho Borgo assinou a ordem de serviço, na quarta-feira (1º), e anunciou a empresa vencedora da licitação que vai executar a obra de 218,78 metros de extensão, sendo 93,41 metros só de ponte: AMF Engenharia e Serviços LTDA, com investimento de R$ 11.183.547,02. 

Depois de quase seis anos de espera, os moradores da Barra do Jucu comemoram a assinatura da ordem de serviço para o início das obras de reconstrução da Ponte da Madalena, um marco da identidade cultural e atração turística da comunidade. Ao lado de moradores e lideranças, o prefeito Arnaldinho Borgo assinou a ordem de serviço, na quarta-feira (1º), e anunciou a empresa vencedora da licitação que vai executar a obra de 218,78 metros de extensão, sendo 93,41 metros só de ponte: AMF Engenharia e Serviços LTDA, com investimento de R$ 11.183.547,02.

O prefeito destacou a importância histórica da Ponte da Madalena, não só para o bairro, mas para a cidade e o Espírito Santo. Reforçou que a Ponte da Madalena vai interligar a comunidade ao Parque Natural Municipal de Jacarenema, de 346 hectares, que também está em obra e passará a ser referência em Vila Velha para educação ambiental, preservação e recuperação do meio ambiente da cidade.

“Hoje estamos assinando o desenvolvimento desta região. A reconstrução da Ponte da Madalena vai transformar a comunidade da Barra do Jucu, vai atrair turistas e desenvolver economicamente a região. Estamos resgatando a autoestima não apenas da Barra do Jucu, mas de toda a cidade de Vila Velha. O município está empenhado em resgatar a história. Não é uma obra fácil. O pilar que sustentava a ponte está dentro do rio e será retirado. Essa ponte vai interligar também a comunidade ao Parque de Jacaranema, uma área de reserva importante e que será referência em educação ambiental na cidade”, ressaltou Arnaldinho Borgo.

Pedestres e ciclistas

A empresa AMF Engenharia e Serviços LTDA tem prazo de 270 dias para concluir a obra, que inclui a reconstrução da ponte e urbanização do entorno. A Ponte da Madalena tem 93,41 metros de extensão, mas a obra prevê 218,78 metros de intervenção total, com a construção de dois mirantes e iluminação especial, já que envolve área de preservação ambiental. A nova Ponte da Madalena será usada só por pedestres e ciclistas.

Morador da Barra do Jucu há 50 anos, Fortunato Zamperlini Ribeiro viu com muito entusiasmo a iniciativa municipal. “Essa obra é importante. Nós temos aqui o Parque de Jacarenema e a nova ponte vai atrair turistas, que vão poder conhecer as belezas naturais da Barra do Jucu”.

Quem também está feliz com a assinatura da ordem de serviço é Fátima Regina Farias de Andrade, moradora do bairro há 64 anos. “Vai ser tudo de bom. Essa obra vai revitalizar a Barra do Jucu. Só temos a agradecer ao município e ao prefeito”, comemorou.

Nelson Abelha, ambientalista e morador do bairro há mais de 40 anos, ressaltou que, com a reconstrução da Ponte da Madalena e reurbanização do entorno, os turistas poderão conhecer melhor a região.

“A questão turística é importantíssima para nós. A ponte vai viabilizar a passagem das pessoas, que vão poder voltar a ir à Praia da Barrinha e visitar o Parque de Jacarenema. Hoje é um grande passo para Vila Velha. A Barra do Jucu só tem a agradecer. A Ponte da Madalena era um grande anseio da Barra do Jucu e será reconstruída”.

História

Parte da Ponte da Madalena desabou no dia 3 de dezembro de 2017, durante fortes chuvas que atingiram o Espírito Santo. A estrutura foi construída em 1896, com vigas de madeira. Em 2015, a Ponte da Madalena passou por um processo de reestruturação, se tornando o portão de entrada do Parque Natural Municipal de Jacarenema. A ponte também inspirou música conhecida em todo o Brasil, cantada por Martinho da Vila.

A secretária de Obras e Projetos Estruturantes, Menara Cavalcante, explicou que a obra será executada com recursos só da prefeitura e que a empresa vai concluir os estudos e entregar, na semana que vem, os projetos técnicos que viabilizam a obra.

“Depois, vai dar entrada no licenciamento ambiental. Com isso, em, no máximo, 60 dias a obra será iniciada. Essa contratação integrada, prevê o término dos estudos executivos, licenciamento e início da obra. Em breve estaremos aqui para entregar esta ponte, que faz parte da história de Vila Velha e vai potencializar tudo de bonito que a Barra do Jucu tem”, informou Menara Cavalcante.

De acordo com a secretária, a previsão é que a obra tenha início até dezembro deste ano, pela retirada do pilar de concreto que está dentro do Rio Jucu. Após a retira desse entulho de concreto, a empresa vai colocar o novo pilar e a estrutura para a construção da ponte.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.