Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

​Porto de Vila Velha se torna referência na distribuição de carros elétricos

“Neste dia histórico, Vila Velha se consolida como referência nacional em desembarque e distribuição de veículos elétricos importados. A escolha do nosso complexo portuário como principal destino brasileiro das operações logísticas internacionais de um dos maiores estaleiros do mundo – o China Ocean Shipping Company (Cosco) –, é motivo de grande honra para nós. Estamos felizes por participar deste momento. Ver nossa cidade se tornar a porta de entrada, no mercado automotivo nacional, para veículos mais sustentáveis, é realmente gratificante”.

“Neste dia histórico, Vila Velha se consolida como referência nacional em desembarque e distribuição de veículos elétricos importados. A escolha do nosso complexo portuário como principal destino brasileiro das operações logísticas internacionais de um dos maiores estaleiros do mundo – o China Ocean Shipping Company (Cosco) –, é motivo de grande honra para nós. Estamos felizes por participar deste momento. Ver nossa cidade se tornar a porta de entrada, no mercado automotivo nacional, para veículos mais sustentáveis, é realmente gratificante”.

A declaração é do prefeito Arnaldinho Borgo, anfitrião da solenidade realizada na nessa terça-feira (29), no Terminal de Vila Velha (TVV), para a recepção do navio Green Kemi, da Cosco, que acaba de fazer a sua viagem inaugural. A embarcação partiu do Porto de Taicang (Leste da China), no último dia 18 de julho, e seguiu em rota direta, sem nenhum transbordo, até chegar em Vila Velha. No TVV, a empresa que opera o porto (Log-In) desembarcou um total de 2.796 novos veículos elétricos e híbridos de última geração, das marcas chinesas GWM e BYD.

“Quando falamos em SUV’s de montadoras como GWM e BYD, estamos falando em carros de luxo, que agregam tecnologia de ponta e que custam entre R$ 200 e R$ 400 mil, dependendo do modelo. Esses veículos competem em igualdade de condições com automóveis de mesmo padrão, de marcas mais conhecidas mundialmente, como BMW e Audi. Por isso, a tributação desses veículos – que possuem alto valor agregado –, certamente vai incrementar a receita do município e nos ajudar a continuar investindo cada vez mais em infraestrutura urbana, obras públicas e serviços de boa qualidade para a população”, acrescentou Arnaldinho.

Logística de distribuição

Após o desembarque no TVV, os veículos chineses começaram a ser transportados, em sua maioria, para São Paulo, onde fica a sede da Comexport, uma das maiores importadoras de veículos do país e que, somente em 2022, faturou quase R$ 4 bilhões em vendas. Já no Espírito Santo, as empresas do Grupo Águia Branca são as principais importadoras desses modernos veículos chineses.

“Apenas no primeiro semestre de 2023, mais de oito mil carros elétricos e híbridos oriundos da China chegaram ao mercado nacional entrando pelo TVV. E a expectativa é de que, até o final deste ano, 15 mil veículos chineses de primeira linha sejam trazidos a Vila Velha pela Cosco. Não por acaso. Sob o ponto de vista estratégico, temos localização geográfica privilegiada. Estamos situados bem no centro na região sudeste brasileira, num raio de mil quilômetros do maior mercado consumidor da América Latina, que inclui cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Salvador”, ressaltou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Everaldo Colodetti.

Solenidade

A solenidade de recepção do navio Green Kemi, após a sua primeira viagem, aconteceu na sede da TVV, em Capuaba, e contou com a participação de diversas autoridades governamentais e empresariais. Além do prefeito Arnaldinho Borgo e do vice-governador Ricardo Ferraço, estiveram presentes o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Everaldo Colodetti; o presidente da Câmara de Vila Velha, Bruno Lorenzutti; e os vereadores Tita e Renzo Mendes.

Representantes do setor alfandegário e das classes empresarial e sindical também compareceram à cerimônia, como Carlos Eiras (presidente da Câmara de Comércio Brasil-China); Erimar Trindade (Diretor do Sindicato de Comércio de Importação e Exportação do Espírito Santo – Sindiex); Ronaldo Salles Feltrin (Superintendente-Adjunto da 7ª Região Fiscal/Alfândega); e Douglas Koehler (Delegado da Alfândega do Porto de Vitória).

O diretor-geral da Cosco na América do Sul, Shan Guoyang; o comandante do navio Green Kemi, Feng Jianming; o diretor da Transhipping Agenciamento Marítimo, Helder Marques; o diretor Comercial da Vports, Pedro Benevides; e o diretor Geral de Terminais da Log-In Logística Intermodal, Gustavo Paixão, foram presenças de destaque na cerimônia, que marcou uma nova fase das operações portuárias no Espírito Santo e no Brasil, com a linha direta entre os portos de Taicang e Vila Velha.

Visita ao navio

Após o ato solene de recepção do Green Kemi, a comitiva se dirigiu até a área de operações do porto, para acompanhar o desembarque dos 2.796 veículos chineses. Na oportunidade, o prefeito Arnaldinho Borgo conduziu um dos veículos de ponta da BYD, no pátio de manobras do TVV. Em seguida, todos foram convidados a conhecer as instalações internas da embarcação. A ponte de comando (passadiço) foi o local que mais atraiu a curiosidade dos visitantes, por concentrar um parque tecnológico composto por uma enorme diversidade de equipamentos eletrônicos.

“O Green Kemi pertence a mais recente geração de navios da Cosco. Tem 225 metros de comprimento, 33 metros de largura e capacidade para transportar 68 mil toneladas de cargas. E a embarcação maximiza a eficiência energética incorporando tecnologias de redução de emissões de gás carbônico, o que promove desenvolvimento econômico com preservação ambiental e menor custo. O compromisso permanente com a sustentabilidade e a responsabilidade ambiental nos leva a crer que a viagem inaugural do Green Kemi é apenas o começo de uma jornada de sucesso rumo a um futuro mais sustentável”, afirmou o diretor da  Transhipping, Helder Marques, que representa o estaleiro Cosco no Espírito Santo.

Para o diretor Comercial da Vports, Pedro Benevides, a chegada do Green Kemi simboliza um marco de avanço em direção a práticas mais sustentáveis na indústria naval: “Este é o primeiro, de um total de 45 navios da nova ‘frota verde’ da companhia, que visa atender exclusivamente, de forma regular, direta e sem transbordo, à linha marítima de transporte de cargas entre a China e o Brasil. E a atual gestão municipal está de parabéns por priorizar a pauta logística do Estado e por sediar novos modelos de negócios, o que valoriza a vocação de Vila Velha para o setor logístico e, sobretudo, para as operações portuárias internacionais”.

Já o diretor Geral de Terminais da Log-In Logística Intermodal, Gustavo Paixão, ressaltou o avanço do Terminal de Vila Velha em competitividade no mercado. “O TVV registrou um crescimento de 45,3% somente entre 2022 e 2023. Com um variado mix de cargas e refinada estratégia de precificação, o terminal faturou R$ 165,8 milhões apenas nos primeiros três meses deste ano e também bateu recorde histórico de Receita Operacional Líquida no período: R$ 48,2 milhões, referente à armazenagem de mercadorias e a outros serviços. Este desempenho indica o potencial que faz das operações portuárias do município de Vila Velha uma referência em todo o Brasil”, informa.

O vice-governador e secretário de Estado do Desenvolvimento, Ricardo Ferraço, também ressaltou as vantagens logísticas que levaram a Cosco a escolher Vila Velha, como destino de suas operações. “Essa linha direta torna as operações internacionais mais viáveis, pois assim, sem a necessidade de transbordo em outro complexo portuário, os custos ficam bem mais competitivos. O mais importante é que os navios da Cosco voltam para a China levando celulose e granito. Isso significa que o porto canela-verde está trazendo mais prosperidade e desenvolvimento não apenas para o município, mas para todo o Estado”.

Já o presidente da Câmara de Comércio Brasil-China, Carlos Eiras, sustenta que a importância do Green Kemi se estende além de suas características técnicas. “A presença deste navio em nosso porto representa o fortalecimento da nossa economia e a posição da cidade como importante centro logístico brasileiro. Com o aumento da capacidade de carga dos navios e o aprimoramento das operações portuárias em Vila Velha, novos desafios se apresentam. Mas acreditamos piamente que as políticas de desenvolvimento implementadas pela atual gestão municipal irão continuar alavancando investimentos. Este modelo de importações de veículos, por meio de um inovador método de transporte marítimo, marca um momento de grande importância”.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.