Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Serra é primeiro lugar no ranking da qualidade da informação contábil e fiscal do tesouro nacional

A Serra alcançou o primeiro lugar no ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal, de acordo com a avaliação do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi), plataforma do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda. O município foi o melhor classificado entre aqueles que contam com mais de 100 mil habitantes brasileiros que não são capitais dos seus estados.

 

A Serra alcançou o primeiro lugar no ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal, de acordo com a avaliação do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi), plataforma do Tesouro Nacional, do Ministério da Fazenda. O município foi o melhor classificado entre aqueles que contam com mais de 100 mil habitantes brasileiros que não são capitais dos seus estados.

Já quando o recorte da avaliação envolve todos os municípios brasileiros, o que inclui mais de cinco mil cidades, a Serra saltou 923ª posição para a nona colocação, o melhor desempenho da história do município. O ranking produzido pelo Tesouro Nacional tem como objetivo avaliar a consistência das informações contábeis e fiscais enviadas pelos entes por meio do Siconfi.

O prefeito da Serra, Sergio Vidigal, avalia que os dados refletem o comprometimento da administração municipal com a transparência e a precisão das informações financeiras, o que cria um ambiente propício para atrair novos empreendimentos e promover o crescimento econômico.

“Isso resulta na criação de empregos e renda, impulsionando a gestão administrativa de qualidade e fornecendo segurança econômica para quem investe no nosso município”, afirma o prefeito

O secretário de Fazenda da Serra, Henrique Valetim, afirma que o resultado da avaliação é fruto de seriedade no tratamento das informações referentes a receitas e despesas do município.

“Foi feito um grande esforço da equipe da pasta, em especial do setor de contabilidade no sentido de avaliar os aprimoramentos necessários para trazer mais fidedignidade para as informações prestadas. Por isso recebemos com muita satisfação essa notícia extraordinária, que é resultado de um trabalho que vem sendo feito há mais de um ano”, destaca Henrique

Entenda como é feita a avaliação

No Siconfi, os estados e municípios encaminham a Declaração de Contas Anuais (DCA), o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO), o Relatório de Gestão Fiscal (RGF) e a Matriz de Saldos Contábeis (MSC). Essas informações são disponibilizadas para acesso público na página do Siconfi.

Assim, as informações de todos estados e municípios podem ser acessadas, baixadas e utilizadas para análises, pesquisas acadêmicas, dentre outros usos,  tanto pelo Tesouro Nacional, quanto pelos diversos usuários dessa informação.

De posse dos dados enviados pelos entes ao Siconfi, o Tesouro Nacional realiza análises para pontuar a qualidade da informação encaminhada.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.