Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Serviços da Assistência Social de Vitória realizam ações de combate à violência infantil

Serviços da Assistência Social realizam ações de combate à violência infantil

Os Centros de Convivência Andorinhas, Bonfim, Sólon Borges e Romão se uniram para convidar a sociedade ao engajamento na luta contra as violências sexuais contra crianças e adolescentes. Para atrair os olhares a essa causa, trabalhadores e usuários desses espaços vão montar uma grande exposição de gérberas – flor símbolo do movimento que tem sua data de referência no 18 de maio- Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil.

A exposição recebeu o nome de “A Força da Infância no Florescer de Gérbera – a Cada Passo a Esperança se Aproxima”. Cada peça foi produzida pelo grupo de representantes dos espaços e vai colorir as instalações da Casa do Cidadão, em Maruípe, de amarelo e laranja. A exposição ficará no local nesta terça (14) e quarta-feira (15), a partir das 09h30 da manhã.

Na manhã desta terça-feira (14), o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Jucutuquara e usuários da rede intersetorial da região vão usar a praça do bairro, a partir das 9 horas, para uma ação combativa ao abuso e à exploração sexual infantil. Durante toda a manhã, serão entregues panfletos, haverá exposição de faixas alusivas a data e apresentação cultural do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do bairro Romão.

Até o dia 18 de maio todas as 21 unidades de atendimento dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do município estão debatendo o tema, realizando ações, organizando caminhadas, produzindo cartazes e preparando centenas de flores amarelas para cobrir diferentes pontos da cidade em mais um alerta para o problema.

No dia 18 de maio, os trabalhadores do Sistema Único da Assistência Social (Suas), do Sistema de Segurança Alimentar e Nutricional (Semas/Sisan) e usuários da rede socioassistencial de Vitória realizaraão um ato em defesa do direito da criança e do adolescente de crescerem em segurança. Será uma grande mobilização pública. O evento ocorre a partir das 8h30, em frente ao Memorial Araceli, localizado no final da Praia de Camburi.

Para a secretária de Assistência Social, Cintya Schulz, a data representa o quanto poder público e sociedade civil precisam unir para efetivamente criar uma Rede de Proteção às crianças e adolescentes da cidade. “É nessa união que poderemos alcançar para dentro das casas, na rua, nas unidades públicas a garantia de proteção à infância”.

Aracelli

Dia 18 de maio foi escolhido porque, em 1973, Araceli, então com 8 anos, moradora de Vitória, foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado e os seus agressores nunca foram punidos.

Com a repercussão do caso, e forte mobilização do movimento em defesa dos direitos das crianças e adolescentes, 18 de maio foi instituído pela Lei nº 9.970/2.000, como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Desde então, esse se tornou o dia para que a população brasileira se uma e se manifeste contra esse tipo de violência.

Notícias Recentes

Anúncio publicitário

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.