Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Trilhas educativas da Fonte Grande ensinam estudantes sobre Mata Atlântica

A manhã desta quarta-feira (18) será especial para estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Adão Benezath, localizada no bairro Antônio Honório, na capital. Um grupo formado por 31 estudantes irá conhecer as trilhas educativas do Parque da Fonte Grande, como parte do projeto "Aula de Campo como Estratégias de Ensino".

A manhã desta quarta-feira (18) será especial para estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Adão Benezath, localizada no bairro Antônio Honório, na capital. Um grupo formado por 31 estudantes irá conhecer as trilhas educativas do Parque da Fonte Grande, como parte do projeto “Aula de Campo como Estratégias de Ensino”.

Neste dia, os estudantes farão as trilhas da Pedra da Batata e do Caracol que levam aos mirantes do Sumaré e da Cidade e, lá de cima, do ponto culminante da ilha, terão um outro olhar sobre Vitória e sua floresta que abraça e protege as encostas dos morros da capital, conhecendo de perto a função social deste bioma.

Os estudantes terão contato com a fauna e flora do lugar, conhecendo sua importância para este ambiente natural e para a cidade através das trilhas educativas, que serão guiadas pelo educador ambiental Wilson de Souza e seus estagiários de geografia, William Moura, e de veterinária, Pedro Silvestre, com dinâmicas como a “O que Dizem os Sons da Floresta?” e a “Bússola humana”, em momentos de contemplação, experimentação, conhecimento, interação e reflexão.

“Com essa parceria por meio do projeto “Mata Atlântica Floresta que Ensina”, os estudantes, em contato direto com este espaço de educação não formal, passarão a desenvolver um sentimento de pertencimento dando a devida importância a este espaço natural, que contribui para a qualidade de vida do seu bairro e nossa cidade”, apontou o secretário municipal de Meio Ambiente, Tarcísio Föeger.

[q]

Do início de outubro até hoje, a Emef Adão Benezath já oportunizou essa experiência para aproximadamente 100 estudantes. Nesta vivência dentro da mata, eles podem entender, do ponto mais alto da capital, a ocupação do território, a partir do projeto desenvolvido pela professora de Geografia Satira Campos Bigossi Denadai.

Em continuidade ao projeto “Mata Atlântica, Floresta que Ensina”, o Centro de Educação Ambiental do Parque da Fonte Grande, disponibilizará 100 cartilhas da Mata Atlântica de Vitória e, por meio do portal de educação ambiental do município de Vitória, o InterageVix, ofertará um cardápio de atividades para a escola como o Vídeo “Mata Atlântica, Uma Floresta no Coração de Vitória”; Vídeo Parque da Fonte Grande; Exposição “Mata Atlântica de Vitória, Diversidade na Paisagem em Múltiplos Olhares”; Desafio Digital da Mata Atlântica de Vitória; Desafio Digital do Parque da Fonte Grande.

Por meio do portal InterageVix é possível acessar o projeto “`Mata Atlântica Floresta que Ensina”, voltado às escolas do entorno do Maciço Central de Vitória.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.