Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Trilhas educativas ensinam estudantes sobre importância da Mata Atlântica em Vitória

As trilhas educativas dos Parques Natural Municipal Vale do Mulembá e da Fonte Grande ajudarão estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Ceciliano Abel de Almeida, situada no bairro Itararé, a aprenderem mais sobre a fauna e flora locais e a saberem a importância destes ambientes compostos por Mata Atlântica para a sociedade.

As trilhas educativas dos Parques Natural Municipal Vale do Mulembá e da Fonte Grande ajudarão estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Ceciliano Abel de Almeida, situada no bairro Itararé, a aprenderem mais sobre a fauna e flora locais e a saberem a importância destes ambientes compostos por Mata Atlântica para a sociedade.

A inciativa integra o Circuito Educativo “Trilhas na Mata Atlântica dos Parques de Vitória”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam). Participam da visita 30 estudantes do 9º ano matutino da escola, das disciplinas de Ciências e Geografia, que vão conhecer de perto a função social deste bioma, nesta quarta (27) e quinta-feira (28).

Na ocasião, os estudantes terão contato com a fauna e flora do lugar conhecendo sua importância para este ambiente natural através das trilhas educativas, que serão guiadas pelo educador ambiental, Wilson de Souza, e seus estagiários de geografia William Moura e de medicina veterinária Pedro Silvestre.

Os estudantes participarão de dinâmicas, como a “O que Dizem os Sons da Floresta?” e a “Bússola Humana”. Segundo o educador ambiental, Wilson de Souza, “serão momentos de contemplação, experimentação, conhecimento, interação e reflexão”. A escola está próxima da Área de Proteção Ambiental do Maciço Central de Vitória.

“Com essa parceria por meio do projeto, os estudantes, em contato direto com estes espaços de educação não formal, passarão a desenvolver um sentimento de pertencimento dando a devida importância a estes espaços naturais que contribuem para a qualidade de vida do seu bairro e sua cidade”, apontou o secretário municipal de Meio Ambiente, Tarcísio Föeger.

Atividades

Nesta manhã de quarta-feira (27), os estudantes visitam o Parque da Fonte Grande, onde farão as trilhas da Pedra da Batata e do Caracol, que levam aos mirantes do Sumaré e da Cidade. Lá, do ponto culminante da ilha, terão um outro olhar sobre Vitória e sua floresta que abraça e protege as encostas dos morros de nossa cidade.

Já no Parque Natural Municipal Vale do Mulembá, nesta quinta-feira (28), também pela manhã, os estudantes farão as trilhas educativas do Barreiro, conhecendo o local que as paneleiras de Goiabeiras retiram o barro para seu ofício, e a trilha da Nascente do Bambuzinho, onde conhecerão de perto um olho d’água brotando da terra, responsável pela vida silvestre do local.

Desde agosto passado, a Emef Ceciliano Abel de Almeida participa deste projeto e oportunizou que quatro turmas, com cerca de 120 estudantes, pudessem ter essa vivência nas trilhas existentes nos dois parques naturais. Por meio do portal InterageVix é possível acessar o projeto “`Mata Atlântica Floresta que Ensina”, que é voltado às escolas do entorno do Maciço Central de Vitória.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.