Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Trimestre registra redução na taxa de desemprego

A taxa de desemprego do Brasil ficou em 7,8%, essa porcentagem corresponde ao trimestre encerrado em agosto de 2023, queda de 0,1% registrado em julho do mesmo ano, que era de 7,9%. Em relação ao ano passado, a taxa diminuiu 1,1% e é considerada a menor taxa desde o trimestre encerrado em fevereiro de 2015, que era de 7,5%.

A taxa de desemprego do Brasil ficou em 7,8%, essa porcentagem corresponde ao trimestre encerrado em agosto de 2023, queda de 0,1% registrado em julho do mesmo ano, que era de 7,9%. Em relação ao ano passado, a taxa diminuiu 1,1% e é considerada a menor taxa desde o trimestre encerrado em fevereiro de 2015, que era de 7,5%.

Divulgada pelo IBGE, com dados da Pnad Contínua, 8,4 milhões da população brasileira está desocupada, 100 mil a menos que o trimestre encerrado em junho de 2015, que era de 8,5 milhões da população desocupada.

A média dos rendimentos dos trabalhadores foi de quase R$3 mil, representando uma boa estabilidade com um crescimento de 4,6% no ano, em relação ao trimestre anterior. Segundo o IBGE, esse marco foi um recorde da série histórica, que cresceu 2,4% frente ao trimestre anterior e 5,5% na comparação anual.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.