Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Unidade prisional realiza ação em referência ao Agosto Lilás

Em referência ao Agosto Lilás, o Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte (CDPSDN) promove, durante esta semana, ações voltadas ao enfrentamento da violência contra a mulher. Palestras educativas, direcionadas aos internos da unidade prisional, são realizadas pelo Núcleo de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência (Margaridas) Centro Oeste, projeto vinculado à Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), em parceria com técnicos da unidade prisional.

Em referência ao Agosto Lilás, o Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte (CDPSDN) promove, durante esta semana, ações voltadas ao enfrentamento da violência contra a mulher. Palestras educativas, direcionadas aos internos da unidade prisional, são realizadas pelo Núcleo de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência (Margaridas) Centro Oeste, projeto vinculado à Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), em parceria com técnicos da unidade prisional.

A ação teve início nesta segunda-feira (21) e segue até a próxima sexta-feira (25). De acordo com a diretora do Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte, Magda Moura, cerca de 50% dos internos da unidade praticaram algum crime de violência contra a mulher.

“No mês da campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, recebemos a importante ação do Núcleo Margaridas Centro Oeste. Uma ação muito oportuna, já que 50% dos internos custodiados cometeram algum crime relacionado à Lei Maria da Penha. O objetivo da ação é o de promover a reflexão sobre o tema, com palestras educativas voltadas à prevenção e à mudança de comportamento”, disse Magda Moura.

Servidores das áreas jurídica, psicossocial, saúde e educação também participam dos ciclos de palestras. O objetivo é aprofundar o tema e contextualizar os danos que a violência contra a mulher causa na família e na sociedade.

“Levar essa temática para dentro do Centro de Detenção Provisória de São Domingos do Norte é de total importância para que todos ali presentes possam ter um momento de reflexão sobre atitudes e comportamentos machistas para, assim, parar de reproduzi-los no dia a dia. A participação das pessoas, sejam elas homens, mulheres, crianças, adolescentes ou adultos nessa temática permite que todos possam entender que não se trata de uma luta das mulheres contra os homens, mas sim uma luta pela igualdade e respeito”, destaca a psicóloga Valquiria Binow, do Núcleo Margaridas.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.