Anúncio publicitário

Compartilhe

WhatsApp
Facebook
Telegram

Vitória: Oficina possibilita geração de renda para turma da Educação de Jovens e Adultos

Oficina de empadinha realizada com estudantes da EJA

Possibilidade de geração de renda, além de fixação de conteúdos ligados às disciplinas de Lingua Portuguesa e Matemática. Uma oficina de confecção de empadinhas de frango, realizada com estudantes da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Ceciliano Abel de Almeida, localizada no bairro da Itararé, possibilitou uma aprendizagem efetiva por meio de uma metodologia teórica e prática.

A oficina foi realizada como uma Atividade Curricular Complementar (ACC), com o tema Economia Solidária,  conduzida pela professora Claudia Sales. Primeiramente, os estudantes aprenderam a parte teórica em sala de aula, conhecendo a receita da empadinha, os ingredientes necessários, além de atividades contextualizadas.

Em seguida, os educandos foram para a cozinha da unidade de ensino e colocaram a mão na massa, experimentando na prática a produção da receita. Segundo a professora que conduziu as atividades, este foi um momento de suma importância para a aprendizagem, marcado por muito empenho e engajamento por parte dos estudantes.

Lineia Fernandes, 51 anos, ressaltou que a oficina se constituiu em um momento de muito aprendizado e colaboração com os colegas de turma: “Foi uma excelente atividade, muito gratificante e um momento em que aprendemos juntos sobre medidas, quantidades e outras coisas”, disse.

Segundo a equipe pedagógica, os estudantes aprendem de forma mais prazerosa com atividades práticas, uma vez que o conteúdo aplicado em sala de aula fica mais compreensível para a turma, por meio da aproximação da teoria com a prática.

“A finalidade da oficina de empadinha de frango é oportunizar ao estudante da EJA uma forma de adquirir renda financeira extra. O estudante aprende a fazer a empadinha de frango para vender e reverter em renda. Eles também aprendem a lidar com as situações e problemas que surgem, desenvolvendo habilidades para solucionar as intercorrências com o diálogo e ouvindo a experiência do outro”, explicou a professora Claudia Sales.

“Fico muito realizada em planejar e contribuir com essas atividades práticas e significativas com os estudantes. São atividades que fortalecem a aprendizagem, agregam o currículo escolar. A professora Claudia trabalha de forma muito engajada com os estudantes, buscando fortalecer a aprendizagem”, reforçou a pedagoga Fernanda Rodrigues.

2023 © ES Post. Todos os Direitos Reservados.